A IHM – Investimentos Habitacionais da Madeira, EPERAM celebrou, nos passados dias 28 e 29 de outubro, o ‘Halloween’ e o Pão-por-Deus nos polos comunitários, nomeadamente no da Nazaré, Santa Luzia, Ribeira Grande, Comandante Camacho de Freitas (Funchal); Ribeiro Real (Câmara de Lobos); Torre (Machico) e Projeto Renascer@Nogueira+ E8G (Santa Cruz).

Ao todo, foram cerca de 160 utentes (adultos e crianças) envolvidos nestas iniciativas que tiveram como principais objetivos transmitir costumes e reviver tradições, através da confraternização entre os moradores dos conjuntos habitacionais sob gestão da IHM, mas também estimular o desenvolvimento de competências criativas, através da confeção de adereços alusivos a esta época festiva.

Entre bailes, lanches e almoços-convívio sob a temática da tradição anglo-saxónica conhecida por ‘Dia das Bruxas’, houve também espaço para uma das mais enraizadas tradições portuguesas, como é o Pão-por-Deus, com a decoração dos sacos e posterior distribuição pelos utentes, bem como com a leitura de versos alusivos a esta celebração.

De salientar que, atendendo ao contexto pandémico, os eventos foram readaptados às medidas de prevenção e mitigação da covid-19, estando o limite de utentes restringido à lotação máxima de cada um dos espaços.

De referir também que estas iniciativas tiveram como parceiros a Junta de Freguesia de Santa Luzia, a Associação Casa do Voluntário, a Junta de Freguesia de Santo António, a ASA - Associação para o Desenvolvimento de Santo António e a Associação Reinventa.

A inclusão social dos residentes nos conjuntos habitacionais sob gestão da IHM constitui um vetor estratégico e primordial desta entidade pública.

Ao longo de todo o ano, são desenvolvidos um conjunto de projetos e iniciativas de cariz social, formativo, cultural, desportivo e recreativo nos vários bairros sociais, tendo como ideal a erradicação de situações de exclusão e a promoção da inclusão social dos moradores dos vários complexos habitacionais.

A celebração do Pão-Por-Deus/Halloween surge neste âmbito, tendo como foco primordial o reviver de tradições e que a IHM pretende que perdurem nas camadas mais jovens dos seus bairros sociais.

Através destas iniciativas, a IHM pretende promover, por um lado, a aproximação do público mais jovem à cultura e tradições regionais e por outro, combater o isolamento social, um aspeto deveras importante em faixas etárias mais elevadas.

 

Polo Comunitário Santa Luzia

Polo Comunitário da Torre - Machico

Projeto Renascer@Nogueira

Polo Comunitário Ribeira Grande

Polo Comunitário Ribeiro Real

Polo Comunitário Comandante Camacho de Freitas

Polo Comunitário da Nazaré